O interesse do homem pelas plantas é tão antigo como a própria humanidade e, desde cedo, lhes foram reconhecidas virtudes terapêuticas. Muitos metabolitos de origem vegetal continuam a desempenhar um papel de grande relevância no desenvolvimento de fármacos e produção de medicamentos.

Entre as plantas com interesse medicinal, o grupo das aromáticas, que integra espécies com particularidades metabólicas específicas, tem vindo a merecer uma atenção reforçada, consequência do potencial das suas aplicações na área da saúde. Além disso, os seus metabolitos secundários conferem, quer às plantas, quer aos extratos delas obtidos, características organoléticas que as valorizam enquanto matérias-primas para outros fins industriais.

Por estas razões, tem sido crescente o interesse pelo estudo das plantas aromáticas, pelos seus metabolitos e pelas tecnologias aplicadas à produção e caracterização dos extratos, em particular dos óleos essenciais.

 

Edital de Abertura:

https://apps.uc.pt/courses/PT/course/4061



Destinatários

O curso é destinado a académicos e todos os profissionais com formação base em ciência da vida que operam com plantas aromáticas e óleos essenciais nos mais diversos domínios, desde a produção, controlo analítico, utilização industrial (indústrias farmacêutica, alimentar, perfumaria) e aplicações em saúde.



Fatores de diferenciação

Desconhecem-se outras propostas de oferta formativa ao nível de curso de especialização.

Na Universidade de Coimbra, o Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas confere conhecimentos básicos neste domínio.